Início do conteúdo

10/10/2017

Livro 'Formulário Médico' recebe título de 'Memória do Mundo'

Maria Cláudia Santiago (Icict/Fiocruz)


A obra Formulário Médico, pertencente à Biblioteca de Manguinhos do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), foi uma das escolhidas pelo edital MoWBrasil 2017, do Programa Memória do Mundo da Unesco (MoW), que promove a preservação e acesso ao patrimônio documental (arquivístico e bibliográfico) da humanidade.

O Formulário Médico é um manuscrito atribuído aos jesuítas que foi encontrado em uma arca da Igreja de São Francisco de Curitiba, conforme consta em sua folha inicial. Trata-se de um códice, produzido em papel de trapo e tinta ferrogálica, acrescido de uma encadernação moderna em papel cartão forrada em tecido.

O manuscrito é composto por inúmeras receitas para tratamento das mais diversas doenças que assolavam a população em que o provável boticário autor destas receitas estava inserido, América Portuguesa, Brasil, entre fins do século 17 e início do 18.

Neste manuscrito é possível observar registros de interação entre conhecimentos da medicina acadêmica e popular através da utilização, adaptação e incorporação de ingredientes presentes em território do Brasil Colonial e trazidos de outros continentes. A miscigenação presente na cultura brasileira transparece no livro, por meio da produção de novos conhecimentos promovidos pelos povos formadores do Brasil.

A proposição desta obra para a nominação do registro do Programa Memória do Mundo visa proteger e disseminar o precioso conteúdo que compõe este artefato histórico. Além disso, promover o desenvolvimento das ciências nas mais diversas áreas do conhecimento a que este manuscrito pode ser explorado e aproximá-lo de um público geral através de ações relacionadas a educação patrimonial.

No momento, o manuscrito está sob análise da Editora Fiocruz para ter sua transcrição paleográfica publicada na íntegra, acompanhada de estudos históricos e de materialidade sobre a obra. Para realizar a transcrição e os estudos mencionados, estiveram envolvidos neste processo mais de 40 profissionais de 17 instituições brasileiras, como Mast, Unirio, IHGB, INT, UFOB e a Unisinos.

Voltar ao topo Voltar