Início do conteúdo

Suicídio

Os dramas pessoais e familiares comovem. Os números impressionam. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida por ano em todo mundo. É quase uma morte a cada 40 segundos. Neste trágico ranking mundial, a Índia lidera o número de óbitos, com 258 mil suicídios por ano.

Foto: Peter Ilicciev / Fiocruz
 
 

No Brasil, o problema também assusta. Segundo dados do Ministério da Saúde, o país é o oitavo colocado no ranking da OMS, com 31.507 casos de suicídio registrados entre 2012 a 2014. Para agravar ainda mais o quadro, estima-se que, para cada suicídio efetivado, entre 40 e 60 tentativas ocorrem em todo o mundo.

A magnitude da tragédia faz com que a OMS trate o suicídio como um caso de Saúde Pública desde 1999, com o lançamento do Supre, uma iniciativa mundial para a prevenção do problema. Desde então, muitas outras políticas públicas, documentos e guias contribuíram para romper com o tabu e dar visibilidade ao tema, orientando tanto o grande público quanto os profissionais de saúde.

Uma das principais ações, promovida pela OMS e a International Association for Suicide Prevention (Iaps), foi a instituição do 10 de setembro como o Dia Mundial para Prevenção do Suicídio. A data hoje serve como marco para uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio conhecida como Setembro Amarelo. No Brasil, desde 2014, prédios e monumentos históricos são iluminados com a cor amarela da campanha.

Em 2016, o Castelo de Manguinhos também aderiu ao Setembro Amarelo, simbolizando a mobilização da mais destacada instituição de ciência e tecnologia em saúde da América Latina em relação ao tema. A iniciativa faz parte de uma ação conjunta da instituição com o Centro de Valorização da Vida (CVV).

Engajada na campanha, a Agência Fiocruz de Notícias preparou um especial sobre Suicídio, que será atualizado durante todo o mês de setembro com reportagens, entrevistas e vídeos, reunindo o conteúdo produzido por diferentes unidades da Fundação.

Precisamos falar sobre suicídio!

nav_ed_pt_suic_dio
Fiocruz na luta contra o suicídio

Para a Fiocruz, o suicídio é um problema de saúde pública e a estatística somente será reduzida com esclarecimento e prevenção. Durante setembro, a instituição vai promover palestras abordando os diversos aspectos do tema

Castelo iluminado na cor amarela

Durante setembro, o Castelo Mourisco estará iluminado na cor amarela, em alusão ao dia Dia Mundial e Prevenção ao Suicídio (10/9). Iniciativa faz parte de ação conjunta com o Centro de Valorização da Vida

Trabalho voluntário

Trabalhadoras da Fiocruz atuam no atendimento telefônico de um dos postos do Centro de Valorização da Vida (CVV) no Rio. Serviço garante sigilo e escuta sem preconceito nem julgamento

Comunicação

Suicídio na mídia e cinema são temas de estudos na Fiocruz

Relatório da Opas

Organização lança nova publicação que reúne ações para as Américas

Atuação em saúde

Reportagem ressalta importância de profissionais da rede de atenção primária, como enfermeiros e médicos generalistas, na prevenção ao suicídio

Portal de Periódicos

Confira seleção de artigos sobre o tema de revistas científicas da Fiocruz

Arca Fiocruz

Confira trabalhos acadêmicos sobre a temática 'suicídio' que podem ser acessados livremente no Repositório Institucional da Fiocruz

VídeoSaúde Distribuidora: Suicídio no Brasil

Documentário do Grupo de Pesquisa de Prevenção do Suicídio e da VideoSaúde Distribuidora apresenta informações sobre percepção social e formas de enfrentamento ao problema

Editora Fiocruz

Suicídio: um problema de saúde mental?

Mais na AFN

Suicídio e saúde pública; cyberbulling e casos de suicídios entre jovens; suicídio entre idosos; suicídio na mídia: confira outras matérias sobre o tema publicadas na AFN

Voltar ao topo Voltar